Planejamento Estratégico

O que é?

O Planejamento Estratégico é uma grande oportunidade para construir, rever ou desenvolver a leitura da realidade de uma organização, onde leitura deverá ser crítica, coerente, completa, inteira, sistemática e compreensível, devendo ainda gerar confiança, segurança e clareza ao papel que a empresa quer assumir no mercado. As empresas devem adotar o Planejamento Estratégico para implantar organização, direcionamento e controle; maximizar seus objetivos; minimizar suas deficiências e proporcionar a eficiência.

Como por em prática.

São etapas necessárias para se colocar em prática o Planejamento Estratégico:
1. Definir o negócio: dar um significado único para as suas atividades da empresa, a fim de evitar que ela seja percebida de maneira imprecisa;
2. Definir a visão de futuro, com o propósito de criar a imagem da empresa em um estado futuro ambicioso e desejável, relacionado essa imagem com a máxima satisfação dos clientes;
3. Definir a missão. Missão tem como origem o vocábulo “mitere”, que significa, a que foi enviado. É a razão de ser da empresa;
4. Definir os valores ou princípios filosóficos que regem as ações e decisões da empresa, segundo os quais ela age.

Ambientes organizacionais

Com base nas definições do negócio, visão, missão e princípios filosóficos da empresa, os seus Líderes, juntamente com sua equipe de colaboradores, realizarão uma análise do ambiente.
Inicialmente as equipes deverão avaliar os fatores internos do ambiente organizacional, segmentando‐os em pontos fortes e pontos fracos, avaliando, dentre outros aspectos: a estrutura organizacional; as práticas funcionais; os fluxos de Informações; a gestão financeira e o controle da gestão.

O que analisar

Considerando‐se que a empresa está inserida em um sistema mais amplo e é influenciada pelo entorno do qual faz parte, pois é afetada pelas transformações do entorno e contribui também pelo processo de transformação deste entorno, após analisar o ambiente interno, a liderança e componentes da empresa, dentro de um processo de planejamento estratégico, deverá proceder à análise do seu ambiente externo, observando o seu macro‐entorno, constituído dos aspectos econômicos, sociais, políticos, legais, ecológicos, tecnológicos e culturais, bem como o entorno da empresa, que são aspectos externos que influenciam o seu comportamento, composto por clientes, competidores e fornecedores.

Na análise do ambiente externo avaliam‐ se as ameaças e oportunidades.

Estabelecer estratégias

Feitas as análises do ambiente interno e ambiente externo, devem‐se estabelecer estratégias de longo prazo: conjunto de ações que se pretende desenvolver num horizonte temporal acima de 02 anos; Planos de curto prazo: conjunto de ações que se pretende desenvolver num horizonte temporal de 01 a 02 anos; e as Metas: quantificação das ações dos planos para o cumprimento da missão da empresa.

Monitorar para manter

Concluído o planejamento estratégico, resta monitorá‐lo sistematicamente para que as empresas não voltem a ser levadas ao cotidiano caracterizado pela urgência e pela realização de atividades que não dão sentido à sua existência e que ainda ameacem a sua permanência em um mercado altamente competitivo.

 

Por Isabel – Isabel de Cássia Santos
 http://isabelcassia.zip.net/index.html

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer se juntar à discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *